Trainee da Vivo vai ter Pós-graduação na ESPM e módulo em Barcelona
31/08/2018 10:28 em Mercado de Trabalho

Foto - Divulgação

Serão abertas 30 vagas e as inscrições vão até o dia 30 de setembro

A Vivo busca jovens no mercado de trabalho para o Programa Trainee Vivo 2019. A empresa quer conhecer os candidatos respeitando o jeito de ser de cada um e vai recrutar jovens transformadores, com espírito de equipe, que gostem de um ambiente desafiador para trabalhar com algo que os representa.  Os aprovados terão pós-graduação totalmente subsidiada pela Vivo na ESPM (em horário de trabalho) e módulo internacional em Barcelona. Além disso, o salário e benefícios oferecidos pela empresa são compatíveis com o mercado. Os interessados devem fazer suas inscrições até o dia 30 de setembro, no site (Clique Aqui)

Com duração de 18 meses, o objetivo do programa é desenvolver futuros líderes para a companhia, com a cara da Vivo. É necessário ter formação universitária concluída entre dezembro de 2016 a dezembro de 2018, e inglês ou espanhol avançado. Ao todo, são 30 vagas para São Paulo, para atuação em projetos estratégicos da companhia.

A seleção, que começa hoje e vai até novembro deste ano, contará com três etapas. Como a Vivo acredita que ferramentas digitais trazem mais agilidade e transparência aos processos, a primeira parte da seleção será feita por meio de testes onlines.  Os aprovados seguirão para as próximas etapas, que envolvem dinâmica de grupos e entrevistas.

 

O Programa Trainee Vivo está em linha com os valores da Vivo de ser uma marca mais democrática, aberta e inclusiva. A empresa quebrou paradigmas do dress code, com o movimento “Vem de Você”, e reforçou a autenticidade de seus funcionários, incentivando-os a se expressar do seu jeito e com estilo próprio. A operadora estimula uma cultura mais inclusiva em um ambiente mais diverso para que todos os colaboradores se sintam à vontade para serem como são. Recentemente, lançou seu Programa Vivo Diversidade, onde reforça o compartilhamento de mais empatia menos preconceito e mais troca de experiências.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!