Pianista, compositor e cantor Rafa Castro lança o elogiado CD ‘Fronteira’
22/10/2018 18:20 em Lançamento

Foto - Lorena Dini

O mineiro radicado em São Paulo faz show no Teatro do Sesc Belenzinho dia 11 de novembro às 18h

“Casulo, a primeira faixa, já estimula a atenção do ouvinte com sua atmosfera de sonho. Participações de Monica Salmaso e Teco Cardoso referendam a música inventiva desse compositor” - Carlos Calado (Música de Alma Negra)

“Se assim começa o álbum, não necessariamente assim acaba, pois o que começa luminoso pode muito bem chegar ao fim ainda mais admirável”. - Aquiles Reis/MPB-4 - Correio Popular)

“Fronteira, de Rafa Castro, não para de me surpreender” - Antonio Carlos Miguel (G1)

“Instrumental sofisticado, com riqueza de harmonia e uso de formas vocais que fogem do tonalismo que marca a música popular.” - Luiz Nassif (Jornal de Todos os Brasis)
 
O pianista, cantor e compositor Rafa Castro faz show de lançamento do seu elogiado CD ‘Fronteira’ no teatro do Sesc Belenzinho, dia 11 de novembro, às 18 horas. Acompanhado da banda formada por Igor Pimenta (contra-baixo), Gabriel Altério (bateria) e André Bordignhon (guitarra), Rafa mostra músicas próprias como Casulo, Menino Dançante, Teimosa e Cacos de Vitral, além de novos arranjos para composições de Milton Nascimento (Vera Cruz), Caetano Veloso (O quereres) Lô Borges (Trem Azul).

Sobre as músicas de outros autores escolhidas por ele para o show, comenta: “Me interessa fazer essa ponte entre o agora e essas músicas que são dos anos 1970 e 80, por exemplo. Elas, realmente são referências para minha criação, tanto na sonoridade, com melodias e harmonias incríveis, que provocam a percepção, quanto pelas letras que me emocionam, sempre que ouço”.

Rafa Castro tem traçado um caminho de exploração do piano em todas as suas possibilidades, prezando pela liberdade de criação e consolidado sua forma abrangente de compor, tocar e cantar. Ele explica o novo CD: “Fronteira é um momento de descobrimento, no qual trago a carga afetiva das minhas influências. Consegui juntar dois pilares, a ‘música de minas’ e meu trabalho de trilhas sonoras, num resultado que faz sentido para mim. Todos os músicos que participam têm a versatilidade de serem instrumentistas de jazz, ligados à música instrumental e ao mesmo tempo, conhecedores do cancioneiro popular”.

No CD participações especiais de Mônica Salmaso, Teco Cardoso, Léa Freire, entre outros, mostrando que Rafa está em casa na capital paulista. Com união de linguagens para aguçar os sentidos, o projeto gráfico de Lorena Dini, também autora das fotos, traz as folhas do encarte em forma de ‘cards’, que podem ser montadas aleatoriamente.

Apesar do pouco tempo de carreira, menos de 10 anos, Rafa Castro já tem estrada e bagagem. Autor de trilhas sonoras para cinema (Cacos de vitral (2015) e Modorra (2016) e teatro, em 2011, recebeu o prêmio BDMG, de Belo Horizonte (MG), na categoria ‘Jovem Instrumentista’. Mais tarde, em 2015, gravou o primeiro CD solo, Casulo, além de ter realizado uma turnê europeia, que passou pela Alemanha, Rússia, Noruega, Portugal e França. No próximo dia 28 de novembro leva Fronteira para Roma, Europa.

Um fato significativo na sua carreira foi a parceria com o também mineiro Túlio Mourão, nome relevante do piano brasileiro, com quem lançou o DVD/CD Teias. O trabalho, que traz para o palco dois pianos de cauda, dá espaço à improvisação, além de uma sintonia ‘a quatro mãos’. Mostram composições próprias, além de releituras de Milton Nascimento, Tom Jobim, Caetano Veloso e Noel Rosa. Rafa é descrito pelo experiente Túlio: “Fiquei impressionado com a jovialidade e o destemor tanto harmônico, como melódico dele”.

O álbum Fronteira apresenta 10 músicas, algumas em parcerias com nomes como Bernando Maranhão, Vinicius Steinbach, Pablo Bertola e Thomaz Panza. Ao mesmo tempo que mostra novas possibilidades das criações de Rafa Castro, dá um panorama da evolução do artista nessa década de atuação. Fronteira, a faixa-título, segundo o artista, é uma síntese de suas influências, com direito até a citação de Cais (Milton Nascimento/Ronaldo Bastos).

Nascido em São João Nepomuceno (MG), Rafa Castro começou com violão na adolescência. Aos 19 anos, descobriu o piano e confirmou a qual instrumento queria dedicar. Logo depois foi aprovado na Universidade de Música Popular Bituca (Barbacena/MG), onde estudou com figuras ilustres como teórico da música brasileira Ian Guest e o violonista Gilvan de Oliveira, dentre outros.

Rafa define seu aprendizado: “Não tive uma base erudita, mas sempre fui um apaixonado como ouvinte. Minha formação é inteiramente popular e o jazz entrou na minha música exatamente pela liberdade de criação e inventividade. A música popular permite uma contribuição forte da personalidade do instrumentista e isso me cativa muito”.

Serviço
Rafa Castro - Fronteira 
Local - Teatro do Sesc Belenzinho
Data - 11 de novembro - domingo
Horário - 18 h
Endereço - Rua Padre Adelino, 1.000 - Belenzinho (próximo ao metrô Belém) - São Paulo
Ingressos - R$ 20,00 (inteira), R$ 10,00 (meia-entrada) e R$ 6,00 (comerciário)
Informações - 11 2076-9700 
Vendas online Clique Aqui
COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!