5 lugares para sentir-se em Portugal sem sair de Sampa
08/11/2018 23:22 em Giro
Foto - Divulgação/Restaurante Bacalhau do Porto
 
O roteiro inspirado na terrinha inclui restaurante especializado, museus e construções históricas da capital paulista 
 
Enquanto a tão sonhada viagem para Portugal não chega, seja por falta de tempo ou pelo Euro na alturas, que tal curtir o clima lusitano em São Paulo? A cidade e seus arredores foram grandes receptoras dos 700 mil imigrantes portugueses que desembarcaram no Brasil, entre os séculos 18 e 20. Números expressivos do povo responsável pelos primeiros assentamentos europeus na região, que ajudou a moldar a cultura, arquitetura e gastronomia do Brasil. Hoje, como parte da herança, temos ótimos restaurantes, museus e muita história para contar na capital paulista. A seguir, confira a seleção de endereços paulistanos que, de alguma forma, celebram nossa raízes lusitanas. 
 
Restaurante Bacalhau do Porto 
Alheiras de mirandela, sardinha à moda portuguesa e bolinhos de bacalhau são a introdução para uma refeição tipicamente lusitana neste restaurante do bairro do Ipiranga. Fundado há mais de 40 anos pelo casal Maria da Conceição e Sergio Emílio Quaglia, o local também é referência quando o assunto é Bacalhau, especialmente nas versões “à Gomes de Sá”, o “Funchal” e o premiado “João do Buraco” ( 1º Lugar no Concurso Bacalhau da Noruega). Para acompanhar, uma carta de vinhos que prioriza rótulos portugueses, inclusive o famoso vinho verde do país. Há ainda boas massas e carnes, tudo servido num ambiente familiar, com decoração que remete ao Velho Mundo, ideal para almoços de família e encontros com os amigos. (Clique Aqui) 
 
Museu da Imigração 
Na região da Mooca, celebra o patrimônio cultural das várias nacionalidades, como a portuguesa, que contribuíram para a formação social brasileira. Ele propõe a reflexão por meio de documentos, fotos e instalações. Não deixe de ver a exposição de longa-duração Migrar: experiências, memórias e identidades sobre as diversas fases do processo no Brasil. Além disso, nos dias 26 e 27 de novembro, acontece o Portugal Fest no museu. Uma festa com música, danças típicas, gastronomia e diversas atividades para celebrar o cultura lusitana. (Clique Aqui) 
 
Pateo do Collegio 
Uma construção branca chama atenção no meio dos grandes prédios, no centro da maior cidade do país. É o Pateo do Collegio, onde o Padre Anchieta decidiu construir a base para alojamento dos colonizadores e colégio para catequização dos índios, em 1554. A estrutura mudou ao longo dos anos até chegar à edificação que vemos hoje. Atualmente, o complexo compreende a Igreja São José de Anchieta e o Museu de Anchieta com peças de arte sacra que remetem à vida social e a religiosidade do período de fundação da capital paulista. (Clique Aqui) 
 
Casa de Portugal 
A Casa de Portugal de São Paulo foi fundada em 1935 por portugueses e luso-brasileiros. O objetivo era prestar assistência a essa comunidade, além de celebrar seus valores e as tradições herdadas. Atualmente, segue firme e forte na promoção cultural do país, ocupa um edifício de 1956 no bairro da Liberdade e promove uma série de eventos abertos ao público. Ao longo do ano, acontecem apresentações de dança típica, shows de fado e de artistas lusitanos, entre outras atividades. A programação fica disponível na página oficial da Casa de Portugal no Facebook. (Clique Aqui) 
 
MASP 
Entre os principais museus do país, tem acervo permanente com centenas de obras. Algumas delas foram produzidas por artistas portugueses, como a pintura O ateliê do artista de 1894, assinada por José Malhoa. Há também várias obras que abordam o processo de colonização do Brasil, como as Victor Meirelles que tem uma visão crítica do período. (Clique Aqui) 
COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!