As palavras importam: uma voz pode fazer a diferença